Corrimentos vaginais
Uncategorized

Corrimentos Vaginais

Advertisements - AWG

Faz um tempo que não temos um post novo sobre Enfermagem em Saúde da Mulher. Porém, neste post iremos discorrer em resumo sobre os Corrimentos Vaginais mais comuns, tomando como base o Protocole de Atenção Básica em Saúde da Mulher.

Candidíase vulvovaginal: Candida spp; Candida albicans

Então, iniciaremos pela Candidíase, e para reconhecê-la precisamos saber que é caracterizada por um corrimento branco, grumoso aderido à parede vaginal e ao colo; sem odor. Podendo cursar com prurido vaginal intenso, edema de vulva, hiperemia de mucosa e dispareunia de introito.

Tratamento: 

  • 1ª escolha Via Vaginal: Miconazol creme 2% – um aplicador 5g à noite, por 7 dias. OU Clotrimazol creme 1% – um aplicador 5g à noite, por 7 dias; ou óvulos 100mg uma aplicação à noite, dose única; OU Nistatina 100.000 UI – um aplicador à noite, por 14 dias. 
  • Via Oral: Reservado para tto de candidíase resistente ao tratamento tópico. Fluconazol, 150 mg, VO, dose única OU Itraconazol, 200 mg, VO, 12/12h por 1 dia.

Se a mulher apresentar quatro ou mais episódios no ano, considera-se candídiase de repetição e o tratamento necessita ser mais intenso, sistêmico: Fluconazol, 150mg, VO,1x/semana, por 6 meses OU Itraconazol, 400mg, VO, 1x/mês, por 6 meses OU Cetoconazol, 100mg, VO, 1x/dia, por 6 meses.

Gestantes/Nutrizes: Miconazol creme a 2% – um aplicador (5 g) à noite, ao deitar-se, por 7 dias OU Nistatina 100.000 UI – um aplicador à noite, ao deitar-se, por 14 dias

Desse modo, algumas orientações são o uso de roupas íntimas de algodão (melhorar a ventilação e diminuir umidade); evitar calças apertadas; retirar roupa íntima para dormir.

Vaginose Bacteriana: Gardnerella vaginalis, Mobiluncus sp, Bacteroides sp, Mycoplasma hominis, Peptococcus e outros anaeróbios

Já a vaginose bacteriana, caracteriza-se por secreção vaginal acinzentada, cremosa, com odor fétido, mais acentuado após a relação sexual com penetração e durante o período menstrual, sem sintomas inflamatórios.

Tratamento: 

  • Via oral: Metronidazol, 500 mg, VO, a cada 12 horas, por 7 dias; OU Clindamicina, 300 mg, VO, a cada 12 horas, por 7 dias;
  •  Via intravaginal: Metronidazol gel vaginal, 100mg/g, 1 aplicador (5 g), 1x/dia, por 5 dias; OU Clindamicina creme 2%, 1 aplicador (5g), 1x/dia, por 7 dias.

Tratamento para Gestantes/Nutrizes:

  • Via oral: Metronidazol, 250 mg, VO, a cada 8 horas, por sete dias; OU Metronidazol, 500 mg, via oral, a cada 12 horas, por sete dias; OU Clindamicina, 300 mg, VO, a cada 12 horas, por sete dias.
  • Via intravaginal: Clindamicina óvulos, 100 mg, 1x/dia, por três dias OU Metronidazol gel a 0,75%, 1 aplicador (5 g), 1x/dia, por cinco dias.

Algumas orientações são: Orientar quanto ao efeito antabuse – não fazer uso de bebida alcóolica antes, durante e após o tratamento.

Tricomoníase:  Trichomonas vaginalis

O corrimento da tricomoníase, é caracterizado por uma secreção vaginal amarelo-esverdeada, bolhosa e fétida, podendo apresentar prurido intenso, edema de vulva, dispareunia, colo com petéquias e em “framboesa” (exame especular – citologia). E menos frequente, pode cursar com disúria.

Advertisements - AWG

Tratamento:

  • Via Oral: Metronidazol, 2 g, VO, dose única; OU Metronidazol, de 400 a 500 mg, VO, a cada 12 horas, por sete dias; OU Metronidazol, 250 mg, VO, a cada 8 horas por sete dias; OU Secnidazol, 2 g, VO, dose única; OU Tinidazol, 2 g, VO, dose única.

De acordo com o Ministério da Saúde deve é de doença de NOTIFICAÇÃO COMPULSÓRIA. 

GONORREIA E CLAMÍDIA

A saber à gonorreia e a clamídia são cervicites e costumam ser assintomáticas em torno de 70 a 80% dos casos. E quando sintomáticas os sintomas mais frequentes são o corrimento vaginal, sangramento intermenstrual, dispareunia e disúria. Possíveis achados ao exame físico são sangramento ao toque da espátula ou swab, material mucopurulento no orifício externo do colo e dor à mobilização do colo uterino (exame especular).

E são doenças de notificação compulsória também.

Gonorreia: Neisseria gonorrhoeae

  • Tratamento: Ciprofloxacina,500 mg, VO, dose única (não recomendado para menores de 18 anos); OU Ceftriaxona, 500 mg IM, dose única.

O tratamento para Gestantes e Nutrizes: a primeira escolha é a Ceftriaxona, 500 mg IM, dose única. E como segunda escolha a Espectrinomicina, 2g IM, dose única OU Ampicilina 2 ou 3 g + Probenecida, 1g, VO, dose única OU Cefixima, 400 mg, dose única.

Clamídia: Chlamydia trachomatis

  • Tratamento: Azitromicina, 1g, VO, dose única; OU Doxiciclina, 100 mg, VO, 2x/dia, por sete a dez dias. (há alternativas no protocolo de tratamento).

O tratamento para Gestantes e Nutrizes com esse tipo de corrimento/cervicite: como primeira escolha a Azitromicina, 1g, VO, dose única. 2ª escolha: Amoxiciclina, 500 mg, VO, a cada 8 horas, por sete dias OU Eritromicina estearato, 500 mg, VO, a cada seis horas, por sete dias OU Eritromicina estearato, 500 mg, VO, a cada 12 horas, por 14 dias

Isto posto, nesses dois últimos casos faz-se importante convocar e tratar as parcerias sexuais dos últimos 60 dias com dose única. E esse tratamento é importante devido à possibilidade de co-infecção e complicações como a Doença Inflamatória Pélvica (DIP), infertilidade, gravidez ectópica, dor pélvica crônica. E a prematuridade em gestante.

Ministério da Saúde, 2016.

Orientações para Tricomononíase, gonorreia e clamídia:

Assim, é importante fornecer informações sobre as Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) e sua prevenção. Além de:

  • Ofertar testes para HIV, sífilis, hepatite B, gonorreia e clamídia (quando disponíveis);
  • Preservativos e gel lubrificante;
  • Ofertar vacinação contra Hepatite B;
  • E a profilaxia pós-exposição sexual para o HIV, quando indicado;

Notificação das IST, conforme a Portaria Nº 1271, de 6 de junho de 2014. As demais, se considerado conveniente, notificar de acordo com a lista estabelecida nos estados/municípios.

Corrimento Vaginal – SANAR, 2019.

Brasil. Ministério da Saúde. Protocolos da Atenção Básica : Saúde das Mulheres / Ministério da Saúde, Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa – Brasília : Ministério da Saúde, 2016.

Advertisements - AWG

Deixe uma resposta

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Bloqueador de anúncios detectado!!!

Detectamos que você está usando extensões para bloquear anúncios. Por favor, ajude-nos desativando esse bloqueador de anúncios.

 
Powered By
Best Wordpress Adblock Detecting Plugin | CHP Adblock