Idoso
Saúde do idoso

Saúde do Idoso

Primeiramente para falarmos da saúde do idoso, você precisa saber que idosos (terceira idade ou melhor idade), são as pessoas com idade igual ou superior a sessenta anos.

Estatuto do Idoso

Para regular os direitos assegurados a esse grupo etário, foi criado o Estatuto de Idoso pela Lei nº 10.741, em 2003.

Art. 2.º O idoso goza de todos os direitos fundamentais inerentes à pessoa humana, sem prejuízo da proteção integral de que trata esta Lei, assegurando-se-lhe, por lei ou por outros meios, todas as oportunidades e facilidades, para preservação de sua saúde física e mental e seu aperfeiçoamento moral, intelectual, espiritual e social, em condições de liberdade e dignidade.

Art. 3.º É obrigação da família, da comunidade, da sociedade e do Poder Público assegurar ao idoso, com absoluta prioridade, a efetivação do direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, à cultura, ao esporte, ao lazer, ao trabalho, à cidadania, à liberdade, à dignidade, ao respeito e à convivência familiar e comunitária.

Art. 4.º Nenhum idoso será objeto de qualquer tipo de negligência, discriminação, violência, crueldade ou opressão, e todo atentado aos seus direitos, por ação ou omissão, será punido na forma da lei.

Envelhecer é um direito, a o Estado é obrigado a assegurar a pessoa idosa a proteção a sua vida e a sua saúde mediante políticas sociais públicas que permitam um envelhecimento saudável e digno.

Enfermagem em Gerontologia

Em resumo a atuação da enfermagem em gerontologia deve suprir as necessidades básicas dos idosos dando a estes a autonomia para realizarem o seu autocuidado, tornando-os participantes ativos do seu cuidado e/ou tratamento.

Dessa forma, é importante que o profissional reconheça os pontos fortes e também as capacidades dos idosos, para que estes possam ser responsáveis e não apenas participantes passivos dos cuidados.

E assim, promover a independência, individualidade e normalidade, o que reduz o risco de problemas associados à posição do idoso em um papel de total dependência de outrem. Não considerando as suas experiências, sabedoria e capacidades adquirida ao longo dos anos e que ainda podem ser adquiridas na melhor idade.

Fontes:
Estatuto do Idoso – Lei nº 10.741 (2003)
Enfermagem Gerontológica, Charlotte Eliopoulos (2005 e 2019)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *